Orientação de Estudos

ORIENTAÇÃO DE ESTUDO EM FOCO: CAMINHOS PARA A AUTONOMIA – Online: Plataforma Zoom
*com certificação*
Com Profª Dra. Walkiria Rigolon
6ªs feiras: 11/09, 18/09, 25/09, 02/10, 09/10, 16/10, 23/10 e 30/10 – das 19h30 às 21h30
Investimento: 2 parcelas de R$ 120,00

inscricao_button

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Público-alvo – Professores a partir do 3º ano do Ensino Fundamental, coordenadores pedagógicos, diretores de escola e interessados na temática

Ementa

Os resultados das avaliações externas, nacionais e internacionais, aplicadas aos estudantes vêm apontando o baixo índice de aprendizagem. Os estudantes não estão agregando novas aprendizagens, nem tampouco aprofundando os conhecimentos adquiridos, conforme deveriam.
Intervir nesse cenário exige, dentre outras coisas, transformar as orientações e procedimentos estudos, em objetos de aprendizagem.
Nos referimos sobre a importância de se promover ações destinadas à orientação e procedimentos de estudo, como forma de ampliar o grau de autonomia dos estudantes, procurando oferecer condições necessárias para o desenvolvimento da reflexividade. Desenvolver a capacidade de estudar demanda investir no desenvolvimento intelectual dos estudantes, que é condição essencial na busca pela emancipação, haja vista, que favorece o desenvolvimento do artesanato intelectual, instigando a construção de novos conhecimentos em diferentes campos do conhecimento e esferas da vida social.
Dessa forma, tanto a escrita, quanto a leitura, são o pano de fundo para o desenvolvimento e aprofundamento de diferentes formas de estudar (Rigolon, 2013). Assim, quando se vai ler para estudar, lança-se mão de inúmeras estratégias de leitura, que são acionadas em leituras com objetivos diversos, como salienta Myriam Nemirovski:  “A prática da leitura une duas pontas de um caminho que pode transitar entre estudar para ler e ler para estudar” (apud SÃO PAULO, 2014, p. 31).
Assim, faz-se necessário oferecer destaque ao processo de formação intelectual dos estudantes por meio de orientações e procedimentos de estudo. Pois, como dizia Freire, ensinar exige rigorosidade metódica, “é exatamente neste sentido que ensinar não se esgota no tratamento do objeto ou do conteúdo, superficialmente feito, mas se alonga à produção das condições em que aprender criticamente é possível” (1996, p. 29).
Nesta perspectiva, o hábito de estudo pressupõe, além de práticas de leituras e escritas diversificadas, boas situações de ensino e de aprendizagem que possibilitem aos estudantes se apropriarem de diferentes formas de estudo como, por exemplo: localizar informações em um texto em função dos objetivos de leitura que se tem, diferenciar as informações relevantes das periféricas e sintetizá-las, criar novos registros a partir de várias leituras realizadas durante uma pesquisa, organizar um fichamento, uma resenha, um relatório, expressar o que se compreendeu de diferentes maneiras, reorganizando as informações para compartilhá-las em debates, seminários etc. Ou seja, o ato do estudo envolve diferentes práticas de linguagem, que precisam ser desenvolvidas também como objetos de conhecimento e é aqui se instaura objetivo central da Orientação de Estudo.

Programa 

1º encontro – Estudar: como se aprende?
2º encontro – Ler para estudar ou estudar para ler?
3º Encontro – Desenvolvendo procedimentos de estudo para os anos iniciais _ análise e planejamento de atividade envolvendo orientação de estudo
4º encontro – Desenvolvendo procedimentos de estudo para os anos iniciais _ análise e planejamento de atividade envolvendo orientação de estudo
5º encontro – Desenvolvendo procedimentos de estudo para os anos iniciais _ análise e planejamento de atividade envolvendo orientação de estudo
6º encontro – Desenvolvendo procedimentos de estudo para os anos iniciais _ análise e planejamento de atividade envolvendo orientação de estudo
7º encontro – Desenvolvendo procedimentos de estudo para os anos iniciais _ análise e planejamento de atividade envolvendo orientação de estudo
8º encontro – Desenvolvendo procedimentos de estudo para os anos iniciais _ análise e planejamento de atividade envolvendo orientação de estudo.