C4 – CULTIVANDO O EQUILÍBRIO EMOCIONAL

C4 – CURSO E VIVÊNCIA
Cultivando o Equilíbrio Emocional em Sala de Aula
Mod I – Mindfulness
Este curso pretende fortalecer e valorizar professores, capacitá-los para o enfrentamento dos desafios atuais e ampliar horizontes de trabalho e de vida.
Baseado em práticas de Mindfulness (Atenção Plena) e Compaixão, o objetivo do curso é oferecer ferramentas para lidar com o estresse do dia a dia da escola, somado ao da vida pessoal com tantas demandas.
Com FENÍCIA MENEZES
QUINTAS-FEIRAS: 05/09, 19/09, 03/10, 17/10, 31/10 e 07/11
Das 19h30 às 22h
Investimento: Matrícula R$ 100,00 + 3 parcelas de R$ 180,00

inscricao_button

O pagamento poderá ser realizado através de boleto bancário ou via cartão de crédito pelo PagSeguro (para ambas as formas de pagamento, é necessário realizar o cadastro clicando no botão de inscrição)

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Apresentação do conteúdo mindfulness
Prática 1
Primeira semana

Tema: posição do corpo para prática e atenção plena na audição

Neste primeiro contato ensinamos algo aparentemente simples, porém muito importante para solidificar as futuras práticas: a consciência corporal,  o posicionamento do corpo!
Mindful bodies,  criando um ritual para o início do programa, vai garantir a postura ideal do corpo a ser utilizada  pelos participantes, tanto nas vivências apresentadas neste programa, como para mais tarde em suas práticas individuais. Posicionados, (orientação dada pela mediadora)  fazemos a prática da audição em atenção plena. Com o som apropriado (sino)  determinamos o início e o fim da atividade.
Primeiramente, de olhos abertos,  ouvimos o som por completo (comandado pela mediadora da vivência)  depois,  deverão ficar atentos aos sons externos mais distantes e aos poucos ao irem serenando os pensamentos,  ouvindo os sons mais próximos, ao redor de si.
Na sequência,  vamos fazer a mesma experiência com os olhos fechados. Cada participante terá a oportunidade de se manifestar  sobre o que sentiu  entre as duas práticas e o que ouviram. Muito provável que sons internos sejam mencionados.

Objetivos: introduzir o ritual,  trazer a atenção para o momento presente através do som, desenvolver a habilidade de concentração e promover o primeiro contato com a sensação de tranquilidade e bem-estar gerado pela prática.

Tempo necessário: 15min

Finalizar pedindo aos participantes que escolham dois momentos durante a semana, local e horário de livre escolha,  para  praticar essa vivência, individualmente, e anotando sempre  o que ouviram e o que sentiram: essas anotações serão utilizadas na vivência 2.

Prática 2
Segunda semana  

Tema: atenção plena na respiração e nas emoções

Retomamos a prática da semana anterior, verificando quem foi capaz de fazer o exercício de ouvir com atenção plena e quem gostaria de contar a sua própria experiência ao grupo.
Seguimos com uma breve explicação sobre como nos conectar: elegendo a respiração como âncora mais eficaz e mais utilizada  nas práticas milenares de   meditação, yoga, movimentos corporais, esportivos e, sem dúvida, destacando que esses são  momentos de atenção plena.
Iniciamos a vivência, sempre da mesma forma, para solidificar, na sequência do que aprenderam: a posição do corpo, a audição do som com qualidade ( sino ) até o momento que a sonoridade se distancia e desaparece por completo.

Apresentação da nova tarefa: Fazendo a respiração consciente, levantar uma das mãos e levá-la até um ponto do corpo, até a barriga, sentindo o que acontece com essa parte do corpo quando respiramos.

Tempo: 1 minuto de prática. Respiração, focando nesse movimento da respiração abdominal e em sequência, espaço para que  possam contar o que sentiram:

  • impaciência
  • sono
  • tédio
  • Pensamentos que atrapalharam
  • Calma
  • Tranquilidade

Objetivo: ajudá-los a identificar e a se conectar com as próprias emoções, entendendo que todos os sentimentos são válidos e que precisam ser observados,  trabalhados.
O medo nos protege, a raiva nos impulsiona: essas emoções são  necessárias, imprescindíveis  mesmo,  no entanto, devem ser mantidas sob controle e em equilíbrio.
A prática da respiração deverá ser experimentada, durante a semana, em momento e local de livre escolha,  feita pelos  participantes individualmente, visando  compartilhar com os colegas a 3ª.  Prática.  Sugerir e encorajá-los a anotar os sentimentos  que apareceram.

Prática 3
Terceira semana

Tema: Resposta/reação,  resiliência e exercícios slow motion

Iniciamos a Terceira semana retomando – postura, atenção plena, respiração – perguntando se conseguiram,  em algum momento da semana anterior, fazer  a prática da respiração: conversar sobre o que sentiram com a atividade individual.
Em seguida: Breve explicação sobre o novo exercício. Caminhar ou mover os braços de olhos fechados,  bem lentamente,  sentindo o corpo em cada fração de segundo,  de forma atenta às reações,  às sensações físicas desse movimento.

Tempo: 2min de prática slow motion e depois conversamos sobre o que sentiram

  • corpo pesado
  • leveza
  • dificuldade
  • tranquilidade
  • sono

Objetivo: conectar-se ao corpo, sentir que ele existe e reage aos estímulos internos e externos.
Para participantes com faixa etária maior,  podemos falar sobre a diferença de resposta e reação. Com a frequência das práticas, criamos ferramentas eficientes que nos ajudam a responder a estímulos, sentimentos e não apenas a reagir a eles de forma instantânea, imprudentes. Ganhamos segundos decisivos antes de uma reação, com isso garantimos mais acertos nas ações diárias.

Tarefa da 3ª. Prática:  escolher alguma atividade do cotidiano para fazer em slow motion. Pode ser escovar os dentes, pentear o cabelo, comer  etc

Prática 4
Quarta semana

Tema: Passado/ presente/ futuro

Retomamos perguntando se conseguiram  em algum momento fazer a prática da semana anterior e conversamos sobre o que sentiram
Nesta semana, vamos praticar o controle dos nossos pensamentos, para ilustrar usaremos um carro como exemplo. Quando dirigimos, nós controlamos quando devemos ir para frente, para trás ou permanecer parados. Isso faz com que cheguemos a nosso destino final. Caso contrário, rodaríamos em círculos, sem rumo, estaríamos  desgovernados.
Com a nossa mente, faremos o mesmo neste exercício: ficamos na posição neutra e observamos as tentativas da nossa mente de tirar-nos deste nosso objetivo de neutralidade, percebemos que o nosso pensamento tende a nos levar para o passado ou para o futuro: Usaremos rótulos de passado e de futuro para os pensamentos que serão dispensados gentilmente e voltaremos para ponto neutro com a âncora da respiração.

Tempo de prática: 5 minutos.  Em seguida,  conversa, diálogo sobre a vivência.

Objetivo: Promover alto controle evitando assim o “looping” de pensamentos, desvio da atenção ou do foco.

Vivência individual: Observar  se seus pensamentos estão indo mais para o passado ou mais para o futuro. Fazer anotações para compartilhar na próxima semana com os colegas.

Prática 5
Quinta semana

Tema: Gratidão

Iniciamos a 5ª. semana retomando – postura, atenção plena, respiração, isto é valorizando os caminhos percorridos nas vivências anteriores-  e: voltamos com cada um contando se ficaram mais no passado ou no futuro. Assim, com o mesmo desenvolvimento assimilado nas vivências anteriores,  passamos para o exercício guiado, fazendo uma lista mental de todas as pessoas ou coisas a que somos gratos.  Imaginar todas essas pessoas e coisas ao nosso redor.

Tempo de prática: 3 minutos.  Depois conversar sobre o que apareceu na mente de cada participante.

Objetivo: entrar em contato e fortificar os sentimentos positivos, melhorar a autoestima,  desenvolver a generosidade.

Durante a semana: Desenhar ou listar para próxima aula as coisas e pessoas pelas quais somos gratos.  Pode ser elaborado um cartaz para a aula de encerramento.

Pratica 6
Sexta semana  – Encerramento

Tema: Compaixão

Vamos juntar todos os desenhos e listas de gratidão como um grande painel que nos ajudará a encerrar o ciclo de atividades.
Nesta prática, resgatando as atitudes corporais das vivências anteriores, vamos de olhos levemente fechados,  entrar em contato, pela imaginação, com as pessoas a nossa volta e com aquelas mais distantes que mantemos uma certa convivência: De forma guiada, vamos encontrar e perdoar mentalmente essas pessoas: perdoá-las se for necessário ou pedir perdão, se  supomos ter chateado. Vamos, também, enviar nossos sentimentos de amor e compaixão todas essas pessoas que apareceram diante de nós, nesta 6ª. Vivência. Bem como,  para outras pessoas que meu pensamento está trazendo e, até para nós mesmos: Perdoar-nos e nos preencher de bons sentimentos é um grande exercício de compaixão.

Aprofudando a prática: Ainda de olhos fechados vamos nos deixar guiar por um colega andando pela sala, de forma bem lenta e ficar atento as sensações que forem aparecendo.

Objetivo: desenvolver empatia e gentileza com os colegas, observar o outro e se identificar com o próximo, criar vínculos afetivos e de confiança, melhorar a autoestima e autoconhecimento.

Benefícios da prática de Mindfulness

Mais de 30 anos de pesquisas demonstraram que os benefícios da atenção plena em adultos variam desde diminuição do estresse e dor crônica como melhora no bem-estar emocional e mental.
Aplicando atividades de atenção plena em crianças e adolescentes podemos identificar aumento do tempo de concentração o que leva a muitos benefícios como um melhor desempenho acadêmico e comportamento na escola.
Aspectos positivos relacionados a melhora nas habilidades sociais, nas relações interpessoais, empatia, compreensão do outro além de regulação das emoções trazendo benefícios a saúde mental. E por fim como nos adultos diminuição de ansiedade e estresse.


Fenicia Menezes – Odontopediatra por 25 anos; Instrutora de Mindfulness certificada pela UNIFESP; Instrutora de Mindfulness certificada pelo Instituto de Psiquiatria do HC/USP; Facilitadora do Cultivo a Compaixão certificada pelo Instituto Cultivo, México; Apta pela Mindful Schools da Universidade da Califórnia a aplicar o curriculum para crianças e adolescentes; Professora de Mindfulness da Stance Dual School para o ensino fundamental I; Atualmente treinando professores e coordenadores da EME Amorim Lima

Anúncios